Essas e outras respostas aqui, no oS Profanos repórter!

No inicio dessa semana a mídia veio à tona com um assunto bem pré-histórico antigo na nossa sociedade: Cura Gay.

A justiça brasileira concedeu uma liminar que impede o conselho federal de psicologia de censurar psicólogos que ofereceram serviços de (re)orientação sexual. A decisão foi tomada na sexta-feira (15) pelo juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, após ação de psicólogos favoráveis a esse tipo de terapia.

Era um tema que não se debatia desde 1990, quando o conselho foi decidiu ser a favor da OMS (Organização Mundial de Saúde), que explica que a homossexualidade não pode ser considerada uma patologia, mas uma variação natural da sexualidade humana, um posicionamento reforçado por outras associações médicas e científicas.

Dentre os leitores de títulos ou os que apenas ouvem falar e já saem compartilhando a meia informação que ouviram, o que chamou mais a atenção foi aquelas pessoas que estavam concordando com a causa, colocando um “mas” no final de suas explicações ou até defendendo a tal da Cura Gay.

diga-se de passagem, um bom momento para você
filtrar de sua timeline esse tipo de pessoa

Para que o assunto não passasse despercebido aqui pelo blog, decidi montar um resumo explicando mais detalhadamente para os 3 tipos de leitores que possam se interessar:

  • Para a pessoa que está caindo de para-quedas no assunto;
  • Para quem quer se informar mais a respeito;
  • Para quem é a favor da Cura Gay.

Para conhecer um pouquinho mais a fundo:

Resumindo em poucos minutos:

Agora, se você não consegue enxergar por A + B a idiotice que é trazer à tona um assunto desses, assista esse vídeo comentado por um médico (que você conhece muito bem) falando mais sobre a ideia de que a Homossexualidade é uma opção sexual:

O assunto foi até parar nas ruas para perguntar o que a população achava:


Dai fica a pergunta: E você, nasceu ou virou?

Não tem como te convencer?
Essa é sua opinião e não vai mudar ela?

Ok então. Vou deixar apenas um tutorial do que você pode fazer para seguir sua vida:


Fica a dica

É simples: Cuide da sua vida, pare de se preocupar com a vida dos outros.

Espalhe a noticia e ajude a acabar com esse tipo de preconceito que tanto atrasa o nosso país.

Deixe o seu comentário sobre o post: