No mundo da publicidade, a linha tênue entre criar um comercial genial ou algo que seja um completo desastre as vezes não passa da simples fórmula de ter uma ideia bacana e usar o bom senso para aplica-la.

Porém de vez em quando, não vemos conseguimos ver nem uma parte nem a outra.

Foi o caso recente da hamburgueria Underdog que tentou ser engraçada com o fato de um funcionário ter cometido um erro na cozinha, e para consertar esse erro, resolveu espanca-lo para lhe ensinar uma lição.

Nos dias atuais onde o politicamente correto se faz cada vez mais necessário, imagine então incrementar essa cena gratuita, com um adicional de homem batendo em uma mulher para lhe dar um corretivo?

Pois é, é desse tipo de publicidades mal feitas que estamos falando…

Em um país onde 536 mulheres são agredidas por hora, talvez esse seja um assunto um pouquinho mais sério do que se tratar apenas como uma piada, e de mau gosto.

Hamburgueria Underdog 4

Não demorou muito para que alguém sensato percebesse o grande balde de bosta que aquele comercial estava representando e então reclamou a respeito. E os comentários começaram a aumentar mais e mais, até que a hamburgueria oprimida pela voz e denuncias do povo, teve o seu vídeo deletado pela plataforma do Instagram.

Mas mesmo assim, a Underdog ao invés de tentar salvar o cachorro morto e pedir desculpas pela burrada, foi enterrando ele cada vez mais e seguiu defendendo aos comentários sob a alegação de que era uma piada, e pau no cu de quem não havia entendido ela.

View this post on Instagram

[email protected]

A post shared by @ underdogbar on

Não um, mas DOIS vídeos.

No primeiro vídeo, é mostrado um um cliente insatisfeito e reclamando com o dono do local que, prontamente, vai até a cozinha e espanca a funcionária – que não é uma atriz, é a chef da casa, Carol Carvalho, como justificativa para o problema.

Depois, na segunda postagem, é mostrado a chef trabalhando com o olho roxo e reagindo assustada às ordens do colega.

Hamburgueria Underdog 2

Em resposta aos comentários que recebia, o perfil da hamburgueria Underdog seguia dizendo aos seguidores:

“Boca suja… usa Colgate white”, “mto texto so li metade – tchau” ou “a cada 5 minutos uma pessoa é assaltada. Vamos banir qlq sátira com assalto e daqui a pouco qlq sátira, Ta certinho adeus”. E ainda “ta printado hahahahahahaha eh um país livre, faça o que tem q fazer, bloqueamos quem da na telha. Faça o fake q quiser, perca seu tempo como quiser. quem vem aqui fazer novela e usar o estabelecimento p querer mudar o mundo nao terá voz aqui. Temos mais o q nos preocupar”.

O dono do Underdog, Santi Roig, justificou que o vídeo foi feito em tom de deboche e que a intenção era mostrar que é comum chefs de cozinha serem rígidos com seus funcionários. “Era uma sátira que representava esse comportamento de um monte de chef, que trata bem o cliente e mal o funcionário”, disse.

Roig esclareceu ainda que o vídeo foi gravado com a única mulher churrasqueira do bar por coincidência. “Calhou de ser ela, mas poderia ter sido um homem, não era esse o foco. Sei que é diferente por ser uma mulher, mas isso já é interpretação de cada um”, completou.

Fonte: revista Marie Claire

Já não é a primeira vez que o restaurante estimula reações negativas na internet. Em 2017 o local pendurou (e publicou) uma placa dizendo que “Aqui seu cão é bem-vindo. Mas crianças, favor amarrá-las ao poste”. A publicação travou uma longa discussão e deixou claro a intenção do local de fazer piadas a qualquer custo.

A grande dúvida é: será que em nenhum momento as outras pessoas que estavam próximas a essa cabeça pensante chegou nela e disse: “mas que grandessíssima ideia de merda essa hein”?