Em anúncio, Ozzy Osbourne condena crueldade contra gatos. O Príncipe das Trevas participou de uma campanha em que aparece mostrando sua indignação contra a remoção das unhas dos gatos domésticos.

Apesar de estar se recuperando de uma cirurgia no pescoço e de ter sido diagnosticado com mal de Parkinson, Ozzy ainda arrumou disposição para defender uma causa importante. A organização PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) criou a campanha onde o artista aparece com os dedos amputados e sangrando. Além disso, aparece a seguinte mensagem no poster “Nunca tire as unhas de um gato. Isso é amputação e não trabalho de manicure”.

A campanha condena a retirada de unhas de gatos sob justificativa de que estragam os móveis da casa. Apesar de parecer bizarra, a prática é comum e segundo a PETA:

“Quando você remove as unhas do gato, parte do dedo dele precisa ser amputa  do também. Veterinários comparam essa prática com retirar parte do osso do dedo de um ser humano, causando problemas nos nervos, infecções, além da dor.”

Segundo o cantor, “Cortar os dedos dos gatos é perturbador e errado”. Além disso, 0em uma declaração à imprensa que emitiu com a organização, ele afirmou que “Se você acha que o seu sofá é mais importante do que a saúde e felicidade do seu gato, você não merece ter um animal”. E ainda recomenda: “Compre um arranhador de brinquedo para ele – não o mutile!”

Abaixo, é possível ver o anúncio em que Ozzy Osbourne condena a crueldade contra gatos. Confira!

Ozzy Osbourne condena crueldade contra gatos em anúncio

Veja também: