Racismo estrutural é um daqueles conceitos que precisam ser difundidos e elevados a níveis de discussões nos mais diferentes grupos e conversas do tecido social. Mas você sabe o que é racismo estrutural e qual a sua importância para o entendimento das relações na sociedade?

Sendo o Brasil o último país da América a abolir a escravidão, não é à toa que o racismo ainda predomine tão fortemente em nosso meio. As condições subumanas do período da escravidão ainda reverberam na sociedade atual, mesmo passados mais de 130 anos. Isso porque em 1888, a abolição garantiu apenas no papel o direito à liberdade do povo de pele negra, mas, na prática… bom, aí a história é bem diferente.

Mas, como esse não é um lugar de fala que me pertence, resolvi destacar aqui três vídeos a partir dos quais você poderá entender melhor o tema do racismo estrutural.

No primeiro deles, Silvio Almeida, filósofo do direito e presidente do Instituto Luiz Gama Silvio Almeida, destrincha o conceito de racismo estrutural. O depoimento concedido à TV Boitempo aborda o racismo estrutural de forma bastante didática principalmente para que você que apenas iniciou dentro do tema.

Em seguida, Maria Sylvia, presidente do portal Geledés, e Helena Teodoro, voluntária do IFCS, explicam como o racismo se estruturou no Brasil durante e após a escravidão. Além disso, elas falam  como a imagem do negro foi associada a coisas como vadiagem, ao subalterno, ao sujo.

E, por fim, ainda destacamos aqui um vídeo do Quebrando o Tabu, que sempre fala de conceitos essenciais e, mais uma vez, aborda um tema com bastante propriedade. Confira!

Veja também: