A arte é, sem dúvidas, uma das principais ferramentas para denunciarmos alguns crimes na sociedade, como o racismo, por exemplo. O artista Adrian Brandon tem dado uma importante contribuição nesse sentido: “Stolen” é uma série poderosa criada como homenagem negros mortos por policiais e, com isso, denunciar este absurdo social. Mas, vamos entender melhor!

Desenhados originalmente com grafite, os retratos, cujas medidas são 11 x 14, são pintados por Brandon de acordo com o tempo de vida das pessoas retratadas. Ou seja, 1 ano de vida = 1 minuto de cor. Sendo assim, as pinturas ficam inacabadas nos quadros e é justamente aí que está a emoção deste incrível e necessário projeto.

Tamir Rice tinha 12 anos quando foi assassinado, então pintei seu retrato por 12 minutos. Como uma pessoa negra, sei que meu futuro pode ser roubado de mim se eu estiver dirigindo com uma lanterna traseira quebrada, tocando minha música muito alta ou tentando pegar meu telefone na hora errada. Portanto, para cada um desses retratos, brinquei com a dura relação entre o tempo e a morte. Quero que o espectador veja quanto espaço vazio resta nessas vidas, histórias que nunca serão contadas, espaço que nunca poderá ser preenchido. Esse vazio representa lacunas em suas famílias e em nossa comunidade, que ficará para sempre presa à pergunta: “quem eles estavam se tornando?” Esta série aborda a dor e o desconhecido.

Brandon divulgou a série “Stolen” pela primeira vez em sua primeira exposição individual, que aconteceu em novembro de 2019, há 1 ano. Sendo assim, ela passou a ser atualizada constantemente, incluindo, portanto, retratos de casos recentes, como George Floyd e Breonna Taylor.

“into-me apressado ao criar estas peças. Quero muito terminar seus retratos. Ser capaz de ver todas as camadas de cores em seus rostos ganhando vida. Sinto uma forte sensação de pânico durante o processo, que é uma sensação que os negros experimentam com muita frequência quando se envolvem com a polícia. O cronômetro (que não consigo ver) está sempre no fundo da minha mente. Quanto tempo falta? Quando isso vai acabar? Eu preciso de mais tempo … Eles merecem mais tempo. 

Conheça o projeto “Stolen”, desenvolvido pelo artista Adrian Brandon que serve para mostrar a urgência do racismo e homenageia negros mortos por policiais!

1. Aiyana Stanley-Jones (7 anos / 7 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 1

2. Arroz Tamir (12 anos / 12 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 2

3. Sandra Bland (28 anos / 28 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 3

4. George Floyd (46 anos / 46 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 4

5. Breonna Taylor (28 anos / 28 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 5

6. Michael Brown (18 anos / 18 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 6

7. Atatiana Jefferson (28 anos / 28 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 7

8. Philando Castile (32 anos / 32 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 8

9. Eric Garner (43 anos / 43 minutos de cor)

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 10

Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 11 Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 12 Stolen artista Adrian Brandon cria obra dedicada a negros mortos por policiais 13

https://www.instagram.com/p/CAxnH2dJt-b/?utm_source=ig_embed

https://www.instagram.com/p/CA27ZU3JES8/?utm_source=ig_embed

Veja também: