Recentemente, a Gillette lançou um novo comercial que supreendeu o público.

Nesse novo anúncio viral, a empresa faz uso da realidade brutal do movimento #metoo para desafiar as ideias tradicionais de masculinidade que estão difundidas na sociedade. O objetivo é, dessa forma, encorajar os homens a fazerem mais e serem melhores.

Com a finalidade de evidenciar essa mensagem, os primeiros 45 segundos oferecem uma montagem sombria de bullying, relatos de assédio sexual, misoginia na sala de reuniões e uma fila de homens em churrasqueiras repetindo “meninos serão meninos” enquanto crianças brigam.

Confira, portanto, essa incrível iniciativa da Gillette:

 

O anúncio, criado para provocar e despertar o público para o assunto, retrata a masculinidade moderna na sociedade, ou seja, o machismo propriamente dito. Meninos são, desde muito novos, levados a agir ‘como machos’.

Esse tipo de iniciativa é bastante corajosa não somente por patre da empresa, mas também dos próprios homens, pois é preciso muita força e autoconfiança para chamar a atenção de amigos e muita coragem e tenacidade mental para tentar acabar com a violência.

O objetivo principal é, nesse sentido, tornar o maior número possível de homens mais conscientes em relação ao seu papel social. Assim, há maiores esperanças de o machismo diminuir nas gerações seguintes.

 

Novo comercial da Gillette retrata masculinidade frágil e tóxica

 

Como era de se esperar, muitos valentões estão atacando o anúncio através das redes sociais. Se existe uma verdade por trás de tudo isso é esta: A masculinidade é frágil e tóxica.

 

O que você achou da iniciativa? 🙂

Essa missão é, sobretudo, de vocês, pais! Ensinem aos seus filhos!

 

Veja também:

Deixe o seu comentário sobre o post: