Numa tentativa de fuga dos clichês de filmes de terror e suspense, Um Lugar Silencioso, filme do ator/diretor John Krasinski (The Office), consegue prender a atenção até o último minuto, mantendo um bom ritmo (apesar do excesso de jump scares). Criaturas assustadoras estão soltas pelo mundo, e para se proteger, a família deve ser manter em silêncio total e absoluto, eles não podem ver, mas têm a audição incrivelmente aguçada.

Cada ruído, seja no filme (ou na própria sala de cinema) dá uma sensação de agonia e desespero, o menor barulho possível atrai as criaturas sanguinárias. A ausência do som no próprio filme é um grande fator chave pra esse incômodo constante durante o longa. As atuações de Krasinski e Emily Blunt estão maravilhosas e empolgantes, mas a escolha para os filhos do casal decepcionou. Millicent Simmonds deixou muito a desejar como filha do casal, sendo extremamente inexpressiva e até um pouco irritante com sua falta de emoção.

A premissa é muito boa, como disse anteriormente foge dos clichês do gênero, mas ainda assim há alguns problemas. O excesso de jump scares poderia muito bem ter sido dosado de melhor forma, chegando até a ser previsível num certo ponto do filme. Alguns dos problemas e atitudes das personagens também me deixaram levemente insatisfeita com  a trama (em determinado momento houveram risos no cinema, de tão absurdo e inverossímil), mas aí creio que se não fossem tais absurdos não teríamos uma história, então tentei relevar.

Krasinski conseguiu alcançar o prometido, deixou o público imerso ao desenrolar do filme, deixando a sensação de agonia e desespero sempre presentes. Um Lugar Silencioso deve ser considerado como um primeiro passo a um novo estilo de terror e suspense.

Assista ao trailer:

Ficha técnica:
Data de lançamento: 5 de abril de 2018
Direção: John Krasinski
Elenco: John Krasinski, Emily Blunt, Millicent Simmonds
Gêneros: Suspense, Terror
Nacionalidade: EUA

Deixe o seu comentário sobre o post: