Quem diria que depois do primeiro filme lá em 1996, ainda teríamos Ethan Hunt correndo por aí e explodindo coisas não é mesmo? Na nova trama (já é a sexta por sinal), é muito curioso ver como apesar de já ter toda uma premissa e um personagem bem estruturado, Missão: Impossível – Efeito Fallout, ainda consegue surpreender os fãs da franquia.

Tom Cruise mostrou que mesmo com 56 anos ainda tem pique (e muito) pra correr e fazer as cenas de ação, dispensando dublês. É impressionante ver a qualidade dos efeitos e tensão que algumas cenas causam no espectador, tudo muitíssimo bem coreografado.

M:I6 parece ser o começo de um novo caminho para Ethan Hunt. Mesmo sendo parte de um franquia onde basicamente tudo se resolve do jeito mais ridículo e impossível, a quantidade plot twists é algo bem marcante, chegando a deixar quem assiste um pouco confuso, mas ao mesmo tempo não deixa de ser interessante, mesmo sendo o sexto filme, ainda há espaço para surpresas.

Achei interessante o filme não ter se mantido apenas a um tipo de ação: tem espaço para perseguições de carro, moto, barco, explosões em lugares improváveis, penhascos, bueiros, helicópteros… o que não falta é tensão pra prender o telespectador.

O alívio cômico sempre fica por conta de Benji (Simon Pegg), mas ainda assim fica bem esquecido, quando comparado com os demais filmes. O senso de ética e moral de Ethan chega a ser algo irritante, principalmente na sequência das perseguições feitas em Paris.

 

Missão: Impossível – Efeito Fallout estréia nos cinemas no dia 26 de Julho!

 

Título original: Mission: Impossible – Fallout
Nacionalidade: EUA
Gêneros: Ação, Espionagem, Aventura
Ano de produção: 2018
Estréia: 26 de julho de 2018 (Brasil)
Direção: Christopher McQuarrie
Distribuição: Paramount Pictures

Deixe o seu comentário sobre o post: