As vezes o meme fala mais alto, mas isso realmente é muito Black Mirror. A China está desenvolvendo um sistema de crédito social que avalia os cidadãos com base no seu comportamento, julgando até suas compras pela internet. A consequência disso? Quem tiver pontuações baixas será impedido de viajar de avião ou trem.

Basicamente o serviço seria uma forma de monitorar a população: se os impostos estão em dia, se os títulos acadêmicos são legítimos, etc. Empresas também farão parte do sistema de crédito, isso significa que uma pessoa que tenha multas em atraso ou um empregador que não pague a previdência social terá restrições de transporte semelhantes a quem espalhou informações falsas sobre terrorismo ou tentou utilizar passagens expiradas, por exemplo. É um sistema unificado, que pode gerar duras penalidades para quem não tiver uma boa pontuação.

Oficialmente, as restrições entram em vigor na China em 1º de maio, mas há indícios de que o sistema de crédito social vem sendo utilizado pelo governo há algum tempo: no começo de 2017, mais de 6milhões de chineses estavam proibidos de pegar voos por terem cometido “crimes sociais”.

 

Deixe o seu comentário sobre o post: