A impressão que se tem é que, cada vez mais, os anos estão passando de forma mais rápida. Perder a noção do tempo já se tornou algo comum na atualidade. Por isso, separamos algumas obras da música que completam 3 décadas em 2020. Você não vai acreditar que estes álbuns completam 30 anos em pouco tempo!

A verdade é que a passagem do tempo é algo assustador… Na música, parece que essa noção é ainda difícil de ser percebida… Lançamentos dos anos 50 podem ser consirados ainda bastante atuais e produções dos anos 2000 já podem parecer coisas muito antiquadas. Agora, dá pra imaginar que álbuns que ouvíamos na infância já estão perto de completar seu trigésimo aniversário?

Abaixo, é possível conferir alguns álbuns que em 2020 se tornarão trintões.

1 – “No Prayer For The Dying” – Iron Maiden: oitavo disco de estúdio da Donzela de Ferro, marca a estreia do guitarrista Janick Gers.

2 – “Crazy World” – Scorpions: décimo primeiro álbum de estúdio da banda alemã, que traz duas das principais músicas de toda a carreira de Klaus Meine e sua turma. Uma delas é “Send Me An Angel”. A outra, eu nem preciso falar qual é…

3 – “Coma Of Souls” – Kreator: quinto disco do grupo, é considerado por muitos fãs como o melhor trabalho do Kreator até os dias de hoje.

4 – “Seasons In The Abyss” – Slayer : ao lado de “Reign In Blood”, o melhor trabalho do grupo. “Seasons In The Abyss” consegue unir o peso e velocidade com andamentos mais “tranquilos”, com um clima de terror em todas as faixas. Um dos melhores álbuns de todos os tempos.

5 – “Persistence Of Time” – Anthrax: é o último trabalho da banda a contar com o vocalista Joey Belladonna, que voltaria em 2011. Foi neste álbum que apareceu aquela que por um tempo foi a canção mais conhecida da banda, “Got The Time”, que ironicamente, é um cover de Joe Jackson.

6 – “Blaze Of Glory” – Jon Bon Jovi: é o primeiro trabalho solo de Jon Bon Jovi. O álbum é a trilha sonora do filme “Jovem Demais para Morrer”, e a faixa título é um dos tantos hits que o talentoso músico criou ao longo de sua carreira.

7 – “Lights…Camera…REvolution!” – Suicidal Tendencies: quarto disco de estúdio da banda, conta com arranjos complexos e apresentou as clássicas “You Can’t Bring Me Down” e “Send Me Your Money”

 

8 – “Eaten Back To Life” – Cannibal Corpse: primeiro disco dos carniceiros do death metal, que anos depois, se tornariam verdadeiras lendas da música pesada, status que carregam até hoje.

9 – “Souls Of Black” – Testament: o quarto disco da banda, lançado no mesmo dia que “Seasons In The Abyss”, mostra um Testament mais polido, porém, com a competência habitual.

10 – “Cherry Pie” – Warrant: maior sucesso comercial do Warrant (muito por conta da faixa título), foi lançado em uma época de ouro para o hard rock.

11 – “Left Hand Path” – Entombed: primeiro disco do grupo, é um marco do death metal sueco, uma das cenas mais prolíficas do mundo.

12 – “Rust In Peace” – Megadeth: é o melhor trabalho da carreira do Megadeth, além de ser um dos maiores discos de thrash metal da historia. O álbum apresenta os dois maiores sucessos da banda: “Holy Wars… The Punishment Due” e “Hangar 18”.

13 – “Cause Of Death” – Obituary: um dos maiores clássicos da historia do death metal, é mais um disco a contar com os serviços do guitarrista James Murphy.

14 – “Impact Is Imminent” – Exodus: primeiro disco do Exodus por uma gravadora maior. Apesar de não ser exatamente muito querido pelos fãs, tem bons momentos, como a faixa título.

15 – “Pornograffitti” – Extreme: apesar de ficar conhecido pela balada “More Than Words”, o disco apresenta uma mistura de hard rock com funk metal pra lá de empolgante.

16 – “Act III” – Death Angel: o ápice da carreira dos garotos, “Act III” foi lançado pela gigante Geffen e ficou marcado principalmente pela linda balada “A Room With A View. Durante a tour do álbum, o ônibus da banda sofreu um acidente, o que quase custou a vida dos integrantes.

17 – “Firehouse” – Firehouse: disco de estreia da banda hard rock/glam, que explodiria anos depois com o hit “I Live My Life For You. O primeiro disco mostra que eles têm muitas músicas boas além da balada mencionada, com destaque para “All She Wrote”

18 – “Cowboys From Hell”- Pantera: depois de discos mais voltados para o glam metal, o Pantera resolveu trilhar outros caminhos. Lançado em 1990, “Cowboys From Hell” foi um ótimo início, e fez o Pantera se tornar uma das maiores bandas dos anos 1990

19 – “Tyr” – Black Sabbath: décimo quinto álbum de estúdio dos pais do metal, é um dos trabalhos mais pesados e subestimados da banda. As letras falam sobre a mitologia nórdica, como bem indica o título do trabalho

20 – “Facelift” – Alice In Chains: o primeiro álbum do Alice In Chains é uma obra de arte inestimável. Músicas como “We Die Young”, “Love, Hate, Love”, “Bleed The Freak” e “Man In The Box” tornaram a banda um fenômeno mundial. O grunge começava a se tornar gigantesco.

Veja também: