O ser humano é uma parcela do todo

Entretenimento

O ser humano e uma parcela do todo

Zen Pencils

Em homenagem à famosa carta escrita escrita por Albert Einstein em 1950 para um pai que havia acabado de perder seu filho pequeno, o Zen Pencils fez uma releitura sobre O ser humano é uma parcela do todo e mostrou como a obsessão pelos smartphones e mídias sociais se aplicam em nossa cultura atual.

“Não sei você, mas o meu grau de atenção caiu drasticamente nos últimos anos. Comecei um monte de livros, mas faz tempos que não termino nenhum. Mal consigo manter o foco quando estou conversando e minha mente está sempre saindo para vários lados. Eu nem jogo mais video game, pois fico entediado depois de poucas fases. Não fiz pesquisa nenhuma, mas deve ter a ver com o crescimento dos smartphones e das mídias sociais, nas quais nos aguardam a conexão, a aprovação e a satisfação instantânea. Estou sempre conferindo o telefone, seja pelo e-mail, pelo Facebook ou pelo Twitter (acho que não ia aguentar mais Pinterest, Instagram, Google+ e essas coisas), e é meu cobertorzinho de segurança quando estou em público. Isso não é nada bom. E tenho quase 30, então imagine o que essa superestimulação faz com quem tem 12 anos.

Não vou dizer que as mídias sociais fazem mal, até porque ajudaram muito o meu site – só preciso encontrar um equilíbrio e aprender a focar no mundo real, não no digital.