O pop internacional é como o vinho

Videos

Uma das melhores coisas da vida é pode olhar pra trás e perceber como a gente melhora, né? Você já foi um adolescente remelento e estranho, cuja existência ninguém entendia. Mas agora ta aí mudado, hipster, cheio dos gadgets da apple, serelepe na balada só pq finalmente aprendeu a pentear o cabelo. A tendência é essa, meu irmão. Amadurecer e melhorar. 🙂

britney 2007

E, do mesmo jeito que Neide voltou aos palcos toda rebolativa (mesmo após o colapso de 2007), teve muita gente no pop que evoluiu que nem uma beleza. Hoje dá pra ver mais artistas abandonando as rimas fáceis e as fórmulas prontas. E, falando das minas, nos últimos tempos elas tem mostrado um pop mais corajoso, mais “se assuma, ser negão é massa”, muito + preocupado com  a diversão em si (o bate-cabelo, sabe?) do que se vai ficar bonito pra gravadora.

Então confira a lista que eu montei pra provar que a música pop tá mais “assuma suas porra” que nunca!

Beyoncé

A bicha sempre foi destruidora mesmo, tá? Longe de mim dizer que não. Mas vamos admitir que, pular de uns “Baby boy” da vida pra lançar de vez um fucking cd supresa acompanhado de 17 clipes, foi uma evolução do caralho. Ela sabe viver no futuro, ela sabe aproveitar o que a tecnologia tem de melhor. E essa música, 7/11, é um call to action pra diversão dessa geração selfie (que se filma e se curte) que nós fazemos parte. Não é baiana, mas Queen B conseguiu o imperativo do axé com seus “jogue pra cima” “bata palmas” e “não derrube a cachaça”. É pra dançar, é pra se curtir, é “I Feeling myself“.

Rihanna

Vai pra qualquer palestra de conteúdo que estará estampado na porta “Conte histórias. Os internautas (rs) querem ouvir histórias”. E Riri aprendeu a contar histórias da melhor forma. Olha só esse clipe, minha gente! Meio Tarantino, meio calabresa. Com nossa musa impecável, sendo a melhor versão dela mesma… De boa, isso pra mim que é cinema. Terminar um clipe maravilhosa, pelada, fumando um bec dentro de uma caixa cheia de dólares é só pra quem pode. E Rihanna pode tudo!

Shakira

Shak saiu do “Estoy aqui“, que é muito mela cueca pro meu gosto (apesar de ser bom cantar no karaokê) pra se tornar nossa rainha da dança, do rebolado e dos hits. Sim, esqueça Gretchen. Quem diria que aquela menininha de cabelos vermelhos ia se tornar esse furacão que lança sucesso atrás de sucesso, né? Mas ela se encontrou no mundo da música e se tornou quem queria ser: LOCA.

E você, acha que quem mais entraria nessa lista de evolução musical no pop? Miley, Demi, Madonna? Conta aí nos comentários ou no twitter! Quem sabe não faço uma parte dois. 🙂