[INFOGRÁFICO] Videogames no Brasil

Entretenimento

Se existe um momento crucial do meu dia em que posso relaxar e esquecer de todos os pensamentos, problemas ou qualquer coisa que esteja atormentando minha cabeça, é quando estou jogando, principalmente os jogos aqui do blog!

Quem diria que os videogames, passatempo preferido de uma esmagadora população que cresceu dentre os anos 1990 e 2000, iriam deixar de ser “coisas pra crianças”, sair do patamar de hobby e se tornar uma profissão lucradora para os seus viciados.

O hobby, virou um mercado que cresce todos os anos, possui campeonatos, virou profissão em alguns países e até mesmo é considerado um esporte (da mesma maneira como como o xadrez ou poker são considerados hoje em dia, por exemplo).

No Brasil, mesmo sob uma forte crise econômica no ano de 2016, foi o décimo segundo país que mais consumiu videogames (de um modo geral) em comparação com o mundo todo, chegando em US$1.25 bilhões de dólares apenas no Brasil, e pode apostar que se não fossem os altos impostos cobrados aqui, nosso país teria potencial para entrar no TOP 10 facilmente.

Mesmo com impostos altos, ainda existem algumas lojas que cobram valores justos e que cabem no bolso do consumidor, como a Pichau, Kabum, Terabyteshop e até mesmo o Balão da Informática.

Esse consumo, está dividido em:

  • Jogos para console (xbox one, ps4, wii u, etc)
  • Jogos para PC (browser, steam, etc)
  • Jogos para Mobile (tablet, celulares)

O site Segredo dos Games desenvolveu um infográfico mostrando como o mercado de jogos evoluiu ao longo desses anos e como ele pode se tornar uma alternativa lucrativa para o seu futuro.

Veja também:

Deixe seu comentário



Tags: , , ,


Loading...