15 out

Entrevista com a Inês Brasil

Geral


ALÔ, ALÔ, com TODA A CERTEZA DO MUNDO você sabe quem ela é. Em agosto, a musa que bombou na internet com seu vídeo de inscrição para o Big Brother Brasil chegou no solo gaúcho e deu uma entrevista exclusiva para Os Profanos, juntamente com a EPIC Produtora e a Festa Biscate, que aconteceu na NOX Versus, em Caxias do Sul. De um jeito simples, direto e super descontraído, a webcelebridade se abriu para a equipe (sem trocadilhos, ok?), contou um pouco sobre sua vida, seu cotidiano, falou sobre a fama e esbanjou simpatia e educação. Te liga no que rolou:

Ines_1

1. Quando você decidiu que queria ser famosa e conhecida pelo Brasil inteiro?

Graças a Deus, eu já nasci uma estrela. Desde pequena eu tenho um dom de dançar e me apresentar, e esse dom foi Deus que me deu. Ele dá esse dom para todas as pessoas, mas nem todas sabem usar. E eu sei usar, e graças a Ele hoje eu faço sucesso em todo o Brasil. Antes eu me chamava Pantera Selvagem Cláudia Brasil, hoje eu aceitei meu nome que é Ines, e é uma homenagem pra mãe do meu pai, minha avó, que era muito boa pra ele e mora no meu coração.

 

2. Quem é a sua maior inspiração?

Primeiramente, Deus. Ele que é o dono de tudo, e eu me inspiro Nele desde que eu era criança. E minha outra inspiração é meu pai, apesar dos pesares. Ele sempre batalhou, ensinou a gente a ser bom, a ir atrás, a não desistir, a cuidar do que é nosso. Então eu me inspiro em Deus e no meu pai, na força dele, e porque ele sempre foi muito limpo, muito honesto, muito trabalhador. E ele sempre me ensinou. Se eu errava, ele me corrigia, e aí eu aprendi.

 

3. E em que artistas se espelha?

Vou ser bem sincera: procuro olhar primeiro pra Deus. Gosto de muitos artistas, mas não tenho nenhum preferido. Em nome de Jesus, vou ser bem sincera: cada um de nós já é artista, já tem seu jeito e seus talentos. Somos todos seres humanos, mas ninguém é igual a ninguém. Cada um é como é e nós nascemos do poder de Deus. Eu gosto daquele que mudou de cor, o Michael Jackson. Deus já tinha feito ele perfeito, mas ele preferiu mudar. Eu gostava mais antes, era mais homem. Depois não gostei. Mas gostei como artista, ele é dançarino e cantor, e sempre se esforçava e dançava muito bem. Gosto disso. E eu também gostei, porque ele foi o que quis ser. Queria ser branco e ficou branco, e azar do que os outros pensavam.

 

4. Quem cuida do seu estilo, das roupas que você veste e da sua maquiagem?

Eu mesma. Eu gosto de tudo que visto e do jeito que me arrumo. Não me inspiro em ninguém, só no meu estilo mesmo. Gosto de ser bem natural, de ficar pelada, gosto mesmo! Não quero ofender ninguém, é só o meu jeito. Eu não faço mal a ninguém, e espero que não me façam mal também. Se fizerem, eu peço para que parem. Se não pararem, eu peço ajuda, a polícia tá aí pra ajudar, né? É só chamar “os home” e eles resolvem. Mas nunca tive grandes problemas, acho que temos que ser justos com todos, e tratar bem todos os irmãos. Somos todos iguais, devemos sempre nos ajudar.

 

5. Onde você aprendeu a dançar?

Sozinha. Eu nasci com esse dom, graças a Deus. Nunca fiz aula nenhuma. Eu sempre fui dançarina, nunca quis ser cantora. Isso aconteceu naturalmente. Mas eu vou ser bem sincera: eu nunca quis ser cantora mesmo, em nome de Jesus. Eu sempre fui dançarina, artista mesmo. Fiz aula de canto só pra atingir as notas, porque isso era difícil pra mim no começo. Porque cantar eu sabia, mas eu tinha que cantar com a nota. Sabe? Mas graças a Deus, Ele me ajudou, eu me esforcei e consegui. Mas nunca precisei de treino. Cuido da alimentação, somente como muita salada, camarão e muita linguiça. Gosto muito, eu me amarro, eu adoro!

 

6. Quando você foi morar no exterior?

Eu fui muito jovem. Eu tive minha primeira filha com 18 anos, depois tive a segunda com 19, e com 24 eu fui pra Alemanha, porque eu precisava ganhar dinheiro pra educar minhas filhas. E, em nome de Jesus, eu pedi pra minha mãe e meu pai cuidarem das minhas filhas pra eu poder batalhar e ter dinheiro pra mandar pra casa. Eu nunca estive presente, nunca levei elas na escola, mas sempre guardei elas no meu coração. Sempre trabalhei pra dar o melhor pra elas. Eu trabalhei como dançarina, e eu era a número 1. Era a melhor, se você procurar, você vai ver. Graças a Deus, eu fiz muito sucesso, e casei com um homem muito bom, que me ajudou muito. Ele é francês, e ficou casado comigo dos meus 25 aos 35 anos. Depois me separei e fui ser mulher de noite. Não nego, trabalhei nos maiores bordeis de Munique, que é uma das cidades mais milionárias da Alemanha, e eu era a número 1 do bordel. E aí que eu era a Pantera Selvagem Cláudia Brasil. Não é à toa que eu faço o Grito da Pantera (insira aqui o Grito da Pantera no meio do aeroporto). Mas, o que passou, passou, e graças a vocês agora eu sou famosa e recebo todo o carinho e sou reconhecida. Depois voltei pro Brasil, mas não me arrependo de nada, gostei de tudo que fiz e fiz tudo com muita dedicação e com amor. Meus pais cuidaram das minhas filhas enquanto eu trabalhava e mandava dinheiro pra ajudar. E graças a Deus, hoje eu tenho dinheiro pra dar de comer pra todo mundo e ajudar todo mundo, glória a Deus.

 

7. Como é a religião na sua vida?

É tudo, amo Deus e amo meus irmãos. Desde pequena meu pai me ensinou a ter a religião na minha vida, e acredito que Deus está sempre do nosso lado e nos apoia e ajuda. Graças a Deus eu nasci assim, sempre falo na palavra de Deus. Sempre ouvi dizer que Deus é o poder, que aqui se faz, aqui se paga. E glória a Deus agora temos tudo, Deus nos dá tudo.

 

8. Como você lida com o sucesso na internet, rádio, TV e em todos os lugares?

Eu adoro, eu me amarro! É muito bom, amo os meus fãs, encontro com todos eles, saio com eles, gosto de namorar mesmo, não devo nada pra ninguém! Não faço nada de mau pra ninguém, ajudo quem eu posso, e sou eu mesma. Por que não ficaria com meus fãs se eles me amam tanto? Tem gente que fica com quem não gosta, eu só fico com quem eu gosto e com quem me ama e, se meus fãs me amam, eu posso namorar todos eles! Qual é o problema, né? É tudo amor, não tem maldade pra ninguém. Eu ADORO fazer sucesso. E esse sucesso é porque, depois de Deus, eu amo todo mundo e todos nós.

 

9. Quem cuida das suas redes sociais, faz postagens e interações com o público?

Eu tenho o apoio da minha filha Monique, e do Rafael Sabino, que também é assessor do Dicesar, do BBB. Eles me ajudam muito. E em nome de Jesus: eu gosto e amo muito meus fãs, todos eles. Sou muito louca, mas adoro mesmo! Adoro falar em homem, eu não vivo, abaixo de Deus, sem um homem. Sou solteira mesmo, namoro todo mundo, só pego os homens que querem me pegar, não forço ninguém a estar comigo. Depois dos 18 anos, namoro todo mundo!

 

10. Que recado você deixa pros seus fãs?

Que eu amo muito eles, que todo mundo tem talento e é artista, e que todo mundo é irmão, então todos devem ficar unidos, se amar, se respeitar e viver com Deus no coração. Amo ser famosa, amo fazer show, dançar, sou uma artista, graças a Deus!

inesss

E no fim da entrevista, além de ficar batendo um papo com a equipe, Ines ainda se preocupou com a alimentação de todos, quis ter certeza de que todos estavam bem, e foi EXTREMAMENTE educada e delicada com todos com quem entrou em contato. Durante toda sua estada no RS, demonstrou amar o que faz, esbanjou simpatia, e se manteve próxima à nossa equipe com total entrega. Não é todo dia que você acorda com uma ligação da DIVA Ines Brasil, né?

Pra quem não conhecia a moça, e só sabia quem ela era por conta dos vídeos, montagens e mashups que surgiram por aí, vale saber que ela sabe muito bem se expressar, não tem medo da opinião alheia, e tem claro em sua mente noções de respeito para com o próximo. Foi muito bom saber quem de fato é Ines Brasil. Alô Alô.

 

Agradecimentos Especiais: Equipe da Ines Brasil, NOX Versus, Rafael Sabino Assessoria.


Uma resposta para “Entrevista com a Inês Brasil”

  1. Tiago Roitman disse:

    Hahahaha ela é um barato! Inês rainha da Internet.

Deixe uma resposta