[Crítica] Alien: Covenant

Filmes e Séries

Estreando uma nova série de posts aqui no blog, vamos começar a postar algumas críticas com os novos (e porque não com os velhos?) filmes que irão sair nos cartazes dos cinemas.

Para quem ainda não sabe, eu (Adan Smith) estou morando agora na Irlanda e preciso de pessoas que possam comparecer nas pré-estreias que o blog é convidado e representar o oS Profanos nos locais. Bom hein??

Se você está interessado em participar, manda um email lá pra gente 😉

Então, recebendo hoje a Bibi, que foi lá conferir com exclusividade o filme Alien: Covenant, e aproveitou para escrever uma crítica do que achou do filme e claro, sem spoilers!

Se você é fã dos filmes da franquia Alien, um expectador exigente e está pensando em assistir Alien Covenant, recomendo deixar a sua descrença em casa e assistir o filme no modo “fã saudosista”.

O filme traz um gráfico bonito, digno de ser assistido em salas com alta definição de imagem e som, mas infelizmente peca muito no roteiro e no elenco.

Mesmo com a intenção de emplacar o elenco, a tentativa de transformar toda a tripulação da nave colonizadora Covenant em uma família no espaço acaba falhando, o carisma e entrosamento dos atores que em sua maioria são desconhecidos do público deixa a desejar, o expectador até tenta se apegar a um personagem favorito, mas é um esforço em vão, a protagonista Daniels interpretada pela atriz Katherine Waterston tenta, mas por vezes chega a ser apática em situações de tensão. A breve participação de James Franco no filme passa despercebida.

Michael Fassbender cumpre bem o seu papel e ouso dizer que ele protagoniza as melhores cenas do filme, interpretando o androide Walter, e o já conhecido David, que fez parte de Prometheus. Fassbender segura bem o papel dos dois androides que tem “personalidades” e comportamentos bem distintos, e te faz acreditar nos diálogos dos dois personagens que dividem a cena com maestria.

Como já disse, o gráfico do filme é muito bonito e bem feito, mas poderia ser melhor explorado em cenas no espaço ou no planeta desconhecido, mas a tentativa de forçar um clima tenso acaba deixando de lado uma parte boa de ser explorada. A trilha sonora do filme é excelente, e a construção do áudio também, assisti o filme em uma sala xtreme digital, e era possível ouvir até mesmo o barulho da água como se ela estivesse caindo exatamente ao meu lado, e isso ajuda muito a entrar no clima do filme.

Se você vai assistir o filme só para conferir as cenas com o famoso Alien, o bichão magro da cabeça gigante, aí sim esse filme é para você, quem gosta de ir ao cinema pelo puro entretenimento o filme é válido, mas se prepare para ver metade de um filme arrastado e só ter as cenas com mais ação na segunda metade do filme.

Acredito que a tentativa de recuperar a reputação da franquia após as críticas mais severas a Prometheus gerou uma certa perda no objetivo do filme, que tenta, mas não consegue chegar ao ápice. O filme com certeza não irá agradar aos fãs mais exigentes, mas rende bons momentos de pura nostalgia que fazem a gente dar aquele sorrisinho de lado de “finalmente uma cena que eu estava esperando”. Resumindo, se você é fã de Alien, deixe toda suas exigências e sua veia de crítico de cinema em casa, e vá assistir Alien Covenant.

Alien: Covenant
Classificação: 16 anos
Estreia: 11 de Maio de 2017
Direção: Ridley Scott
Roteiro: John Logan, Dante Harper
Elenco: Katherine Waterston, Michael Fassbender, Billy Crudup, Danny McBride, Demián Bichir, Carmen Ejogo, Jussie Smollett, Callie Hernandez, Amy Seimetz
Duração: 122 min.

Assista ao trailer:

Deixe seu comentário



Tags: , ,


Loading...